Receita para o casamento “perfeito”.

Ao ler esse texto, achei fundamental que toda  noiva, ou recém-casada, leia. Então, segue abaixo a reprodução fiel do texto.

CASAMENTO, MODO DE USAR

Case-se com alguém que adore te escutar contando algo banal como o preço abusivo dos tomates, ou que entenda quando você precisar filosofar sobre os desamores de Nietzsche.

Case-se com alguém que você também adore ouvir. É fácil reconhecer uma voz com quem se deve casar; ela te tranquiliza e ao mesmo tempo te deixa eufórico como em sua infância, quando se ouvia o som do portão abrindo, dos pais finalmente chegando. Observe se não há desespero ou  insegurança no silêncio mútuo, assim sendo, case-se.

Se aquela pessoa não te faz rir, também não serve para casar. Vai chegar a hora em que tudo o que vocês poderão fazer, é rir de si mesmos. E não há nada mais cruel do que estar em apuros com alguém sem espontaneidade, sem vida nos olhos.

Case-se com alguém cheio de defeitos, irritante que seja, mas desconfie dos perfeitinhos que não se despenteiam. Fuja de quem conta pequenas mentiras durante o dia. Observe o caráter, antes de perceber as caspas.

Case-se com alguém por quem tenha tesão. Principalmente tesão de vida. Alguém que não lhe peça para melhorar, que não o critique gratuitamente, alguém que simplesmente seja tão gracioso e admirável que impregne em você a vontade de ser melhor e maior, para si mesmo.

Para se casar, bastam pequenas habilidades. Certifique-se de que um dos dois sabe cumpri-las. É preciso ter quem troque lâmpadas e quem siga uma receita sem atear fogo na cozinha; é preciso ter alguém que saiba fazer massagem nos pés e alguém que saiba escolher verduras no mercado. E assim segue-se: um faz bolinho de chuva, o outro escolhe bons filmes; um pendura o quadro e o outro cuida para que não fique torto. Tem aquele que escolhe os presentes para as festas de criança e aquele que sabe furar uma parede, e só a parede por ora. Essa é uma das grandes graças da coisa toda, ter uma boa equipe de dois.

Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, se sentimos estalinhos no beijo, se nossos signos se complementam no zodíaco, que deixamos de prestar atenção no que realmente importa; os valores. Essa palavra antiga e, hoje assustadora, nunca deveria sair de moda.

Os lábios se buscam, os corpos encontram espaços, mas quando duas pessoas olham em direções diferentes, simplesmente não podem caminhar juntas. É duro, mas é a verdade. Sabendo que caminho quer trilhar, relaxe! A pessoa certa para casar certamente já o anda trilhando. Como reconhecê-la? Vocês estarão rindo. Rindo-se.

Publicado em 2 de abril de 2012 por Diego Engenho Novo

Fonte: Palavra Cronica

Anúncios

Qual vestido de noiva é ideal para mim?

Depois de dar dicas para o modelito do noivo, não podíamos deixar de falar dos vestidos de noiva. Afinal, procurar por um vestido de noiva é uma atividade que demanda tempo e pode ser um processo estressante para qualquer um. Com tantas opções, qual vestido valoriza cada tipo de corpo? Qual combina com o estilo e horário do casamento? Confira algumas dicas que vão te ajudar nessa escolha árdua.

Mulheres baixas: Existem alguns modelos que valorizam a estatura baixa. Um deles é o vestido no estilo coluna. Ele possui uma modelagem esbelta da cintura até os pés que alonga a silhueta. Outra boa opção é a cintura alta.

A cintura fica marcada numa linha alta, normalmente abaixo do busto, que alonga as pernas da mulher baixinha. No entanto, a noiva deve considerar o corpo como um todo, escolhendo um estilo que favoreça tanto a sua altura como sua silhueta.

Com um decote mais detalhado, o rosto chamará atenção e deixará os olhares longe da parte de baixo. Uma mulher curvilínea pode pensar em um vestido com detalhes ao redor da cintura. Isso não apenas valorizará essa parte do corpo, mas também criará a ilusão de curvas onde elas talvez não existam. Continuar lendo

Noiva espetacular. Noivo impecável.

É fato que a noiva é a estrela principal da cerimônia de casamento, mas isso não significa que o noivo também não deve estar impecável no seu grande dia. Por isso, hoje há uma diversidade de opções para o noivo, que muitas vezes era deixado de lado, anteriormente.

Mas a multiplicação das opções deixou muita gente insegura na escolha. Para acertar, o modelito deve ser baseada em alguns pontos: estilo da festa (formal/ informal), horário (manhã/ tarde/ noite), o local (cidade/ praia/ campo), o tipo físico da pessoa (alto/baixo) e harmonia com a noiva (se ela está informal ou formal, o noivo deve seguir o mesmo estilo). Conheça um pouco sobre cada tipo:


fraqueFraque

É um traje para o ápice da formalidade. Se você se lembra, o príncipe William se casou de fraque. Se seu casamento segue um estilo informal, essa não é a opção adequado. Caso o noivo tenha menos de 1,72m, também, devem evitar o fraque, poi o comprimento do paletó com cauda pode dar a impressão de que ele é ainda mais baixo. Se essa for a sua escolha, os padrinhos e pais dos noivos vão de meio-fraque.

Composição: Calça em tecido risca-de-giz, paletó cinza grafite com cauda longa e deve ser usado abotoado. O colete do fraque é cinza e usa-se camisa branca, nunca com botões no colarinho e sempre fechamento no punho com abotoadura. Pode ser usado com gravata plastron (que é bem característico de noivo, abaixo e a esquerda) ou com gravata normal prateada (para ficar mais moderno).

Continuar lendo

♪♫♪ Lá na casa da galinha pintadinha.. Tem aniversário quase todo dia ♫♪♫

Nesse fim de semana (29) teve festa na casa da Galinha Pintadinha. Até formou fila, mas ninguém perdeu a vez.

Na festa de 2 anos do Miguel, a Borboletinha foi pra cozinha e fez muito mais que chocolate para essa festinha, o Sapo até lavou o pé, a Barata emprestou o sapato de fivela da mãe dela, tinha tanto doce que o Pintinho Amarelinho nem quis comer bichinhos e o Galo Carijó usou seu melhor paletó. Olha como a festa estava bonita:

Mini wedding: os casamentos intimistas.

Mini-weddings são casamento organizados para até 80 pessoas. Eles já são muito comuns na Europa, mas só agora viraram tendência no Brasil. Esse tipo de cerimônia costuma ser bem intimista, tendo a presença apenas dos mais próximos. Mas se engana quem acredita que essa é a escolha é sempre sinônimo de orçamento baixo. Hoje os mini-weddings também viraram sinônimo de festa chique para pessoas VIPs e o os gastos ficam a cargo das escolhas da noiva, que em alguns casos é até mais alto do que se fosse um casamento maior. Cerimônia e festa acontecem no mesmo local e para acomodar tal estilo de celebração, o ideal são pequenos sítios ou fazendas, restaurantes, bistrôs e antiquários. A ideia é fazer uma festa com a cara dos noivos. Para a decoração, é interessante escolher um tema que se encaixe à história do casal ou a algo que tenham em comum (veja algumas ideias de casamento temático aqui). Quanto mais você conseguir se desprender dos padrões, mais intimista será seu casamento. Quanto aos outros preparativos, tudo continua igual (veja um cronograma aqui). A grande diferença será na hora de fazer a lista: vai precisar de muito foco para fazer a lista. Uma sugestão é se perguntar:  Essa pessoa continuará indo em nossa casa depois que nos casarmos? Ela continuará fazendo parte da nossa vida?” Assim, fica mais fácil convidar apenas quem é essencial. Caso essa seja a sua escolha. Entre em contato com a Lembrekê. Nós podemos oferecer buffet, dicas, sugestões e ideias para o seu Mini-wedding. Veja algumas inspirações: Continuar lendo

O vestido lindo de Ester. Ou devo dizer: os vestidos?

“Usamos um fundo nude para fazer uma transparência velada e criar uma silhueta que valorizasse a beleza e a forma longilínea da atriz. O vestido tem um requinte sóbrio, que remete à simplicidade peculiar de Vila dos Ventos. Ele coroa lindamente o trabalho que fizemos ao longo da novela de valorizar o artesanato brasileiro e das nossas bordadeiras e rendeiras. Acho que é um vestido que vai causar muito entre o público por sua beleza e encantamento”,

Ester arrasa como noiva em último capítulo de Flor do Caribe.

“Uau! Como Ester está deslumbrante!”, acho que essa foi a reação de toda mulher que assistiu ao último capítulo de Flor do Caribe. E não era para menos. A personagem, interpretada por Grazi Massafera, teve todo o figurino desenvolvido especificamente para esse grande dia.

O vestido é um trabalho artesanal do estilista Ademir Preschadt, que bordou a renda à mão com fitilhos. Segundo Severo Luzardo, figurinista da novela, ele coroa lindamente o trabalho desenvolvido ao longo da novela valorizando o artesanato brasileiro.

O arranjo de cabeça foi  criado com exclusividade pelo chapeleiro Denis Linhares em crinol e os brincos de brilhantes foram desenvolvidos pela designer de joias Roberta Leite. “Todo o figurino coroa a mulher iluminada, segura de si que é Ester”, finaliza Severo.

“O vestido de noiva de Ester é feito de renda renascença. Foi desenvolvido nas medidas dela, é curto e tem um forro de seda pura. É um vestido que ela já tinha no guarda-roupa, para ser usado em festas e coquetéis, e não um vestido tradicional, característico de noiva, que ela comprou. O que transforma Ester nessa noiva linda é o arranjo de flor no cabelo e o buquê”, explica o figurinista Severo Luzardo.

Ester em seu primeiro casamento no início de Flor do Caribe

Mas essa não é a primeira vez que a mocinha arrasa no visual de noiva. No início da novela, Ester se casou com Alberto usando um vestido nada convencional. Feito em renda renascença, com forro de seda e curto, o que conferiu a característica de noiva à personagem foram o buquê e o arranjo de cabelo.

Mas a verdade é: nas duas ocasiões ela estava lindíssima.

 

Fiquei noiva! E agora?!

79ec99b661fff65f41f5021855d8012a

O significado do noivado não mudou: significa a maturidade de um relacionamento e que os dois estão prontos para formar uma nova família. Hoje, muitos casais não passam pelo noivado e vão direto do namoro ao casamento. Mas minha opinião é: o noivado é um período muito importante, pois faz a gente passar por uma fase de compromisso maior e preparação para o casamento (tanto financeira quanto psicológica).
Não existe um tempo ideal para ficar noivo. Alguns  namoram pouco tempo e ficam noivos por muito tempo. Outros namoram muito tempo, ficam noivos e já se casam logo. Cabe ao casal essa decisão. Independente de quanto dure o noivado, o ideal é que já se comece a pensar nos preparativos para o casamento. Assim, é possível saber quanto tempo e dinheiro será possível investir nesse momento tão especial: o casamento.

Para te ajudar, antes que você fique louca sem saber por onde começar, a Lembrekê fez um cronograma para você começar a colocar em prática logo após o noivado. Continuar lendo